Google está criando um índice de buscas mobile, para celulares, separado do atual

Hoje, quando você faz uma busca no Google, este mecanismo de buscas procura em seus dados, previamente indexados, e te retorna as opções (respostas) mais adequadas, tenha você digitado sua pergunta em um desktop ou em um smartphone. Agora, ele pretende separar as duas coisas, oferecendo-lhe respostas potencialmente diferentes, dependendo de qual equipamento você está utilizando.

Isso parece estar acontecendo por conta do grande volume de websites que oferecem sim conteúdo e informação, mas ainda não estão adaptados para as telas pequenas dos smartphones. E vão ainda mais longe: este novo índice irá priorizar conteúdos adaptados ou próprios para celulares, e se transformará no principal do Google, deixando o índice para desktops – o computador comum – efetivamente em segundo plano, e recebendo menos atenção e atualizações. É mais um passo na direção de consolidar o reinado absoluto dos smartphones sobre a internet.

google-mobile3-colors-ss-1920-800x450O que vai acontecer neste futuro? Será o começo do fim dos notebooks, computadores de mesa, das telas grandes?

Mobile first

O Google já vinha experimentando a ideia do índice para mobile, e concluiu que faria sentido mudar.

Não está claro como isso iria funcionar. Por exemplo, se o índice para mobile se transformar em seu principal índice, ele não irá realmente ser utilizado nas buscas dos desktops? Por que não? Qual o problema real em um website dimensionado para a tela pequena ser mostrado na tela grande?

A intenção é segmentar ainda mais os públicos, agora não por cidade, bairro, etc, mas proporcionar a oferta de produto ou serviço no momento em que o usuário está na avenida x, cruzando com a y?

Este gesto enterra de uma vez por todas a busca orgânica e foca exclusivamente em adwords, ou seja, conteúdos pagos?

Existe realmente o site que tenha seu foco dirigido apenas para celulares, e não se interessa por desktops? Qual o sentido disso?

São muitas as perguntas. Saberemos ao longo dos próximos meses.

Att
Equipe GQP

———————————

.@methode: Google creating a sep mobile index, which will be it’s primary index. Desktop will be a secondary index,less up to date

Mobile first index will change things since mobile sites tend to not be as large as desktop. @methode

Mobile index will be primary & desktop secondary-think about what are the main differences between your mobile & desktop @methode pic.twitter.com/umwBoYA6Cx

Google will still have a desktop index, it just won’t be as fresh as the mobile index.

Sites often remove content and structured data from mobile pages for size. @methode

If the content on your mobile page is the same as desktop, those sites will be fine. @methode

Links will be scarcer on mobile. There will be loss of tokens (words). People put less content on mobile devices.

When @methode says tokens he’s mostly referring to words on the page.

fonte: Search Engine Land

 

Deixe um comentário seu!

%d blogueiros gostam disto: