O impacto da “inteligência artificial” do algorítimo de buscas do Google no seu site

Uma visão bacana de Stephan Spencer sobre o impacto da “inteligência artificial” do algorítimo de buscas do Google no seu site, no meu site, no nosso site. Nós defendemos isso aqui no GQP há anos: conteúdo, conteúdo, conteúdo!!!!

SEO não morreu. Está apenas mudando sua forma

O colunista Stephan Spencer fala em como a otimização para os motores de busca tem mudado ao longo dos anos, e observa que essa necessidade continua bem viva — apenas está muito diferente do que já foi um dia

on October 19, 2016 at 10:08 am

Estou cansado de ouvir as pessoas dizendo que SEO morreu. Não sei se são apenas provocações. Ou se a intenção é lotar as cadeiras em suas palestras e eventos quando usam frases do tipo “Porque SEO está fundamentalmente morto!”. Talvez até acreditem mesmo nesta bobagem.

Compreendam que SEO não está morto, mas o jeito como vocês tem praticado SEO é que está. Veja se você se enquadra nessa descrição: Você otimizou suas tags H1 e outras e deu uma estrutura mais ortodoxa pro seu site, e com isso conquistou alguns back links honestos (Black hats não valem!), e agora você se senta e relaxa, enquanto aguarda que seu site chegue ao topo no Google. Certo?

Errado. Este formato de ação SEO – que equivaleria a afinar um violão ou fazer uma torta seguindo passo a passo uma receita – dificilmente vai funcionar no universo das buscas atual.

SEO tradicional morreu

É natural querer usar uma mesma fórmula para atingir um mesmo objetivo. A má notícia é que não existe mais uma fórmula pronta. Com certeza continuam a existir as melhores práticas, e um SEO habilidoso pode sim ampliar as chances de sucesso de um site. Mas o fato é que atuamos em um mundo sem certezas, sem garantias, e isso é especialmente verdade em SEO.

Nunca houve nenhum tipo de garantia real para a ação de otimização SEO. Você deveria sair correndo de perto de qualquer profissional de SEO que te prometer algo certo.

Mas durante anos, muitos acreditaram que bastava ajeitar umas tags, melhorar uns títulos aqui e ali, para obter um rank maior.

Então, se não somos capazes de predizer com certeza os resultados de um trabalho SEO, eu deveria concordar com as pessoas que dizem que SEO está morto?

De certa forma sim. A ação SEO tradicional está. Conseguir manipular os motores de busca não será mais possível para a grande maioria. Mas a ação SEO continua sim a existir, só que agora em uma forma mais evoluída.

Para entender o que o SEO é hoje em dia, vamos dar uma olhada em como chegamos até aqui.

(livre tradução por ostiore, em andamento. O texto é grande, o tempo é curto :)… Texto original abaixo)

SEO is not dead; it’s just a shape-shifter

Columnist Stephan Spencer talks about how search engine optimization has changed over the years, noting that it’s still very much alive — just vastly different from the way it once was.

Deixe um comentário seu!

%d blogueiros gostam disto: