Porque ter um website?

Por que é importante para a empresa, independentemente do porte, ter um site?
A partir do momento em que a Internet virou um meio de comunicação e começou a tomar a forma que conhecemos hoje, com interfaces gráficas para mostrar conteúdo grandes empresas perceberam a importância de aparecer também neste novo meio de comunicação. Isso aconteceu principalmente no início dos anos 90.
Hoje a Internet é um meio de comunicação de massa e ter um site não é só sinônimo de empresa dinâmica, antenada com o futuro ou preocupada com a divulgação de seus produtos e com o seu marketing. É essencial como cartão de visitas online. É uma forma simples e eficaz de divulgar seus produtos e serviços. É como oferecer atendimento 24 horas sem ter um atendente na empresa.
É na Internet que as pessoas encontram nomes, endereços, produtos, serviços e informação. Se a empresa possui um bom site, é através da Internet que seu cliente pode ver a empresa por dentro, ter conhecimento de seu potencial e de sua estrutura.
Site é apresentação da empresa. É quase um selo de qualidade. Se a empresa não tem uma página na Internet as pessoas hoje colocam em dúvida sua credibilidade e seu potencial. É comum ouvir: “Ih… Não tem nem site. Esta empresa, não deve ser uma empresa muito boa”.
Outro ponto importante para se dedicar a construção e manutenção do site da empresa é aparecer nos principais sites de busca do mundo todo. Ainda nos anos 90, surgem os grandes sites de busca na Internet, hoje, principal fonte de pesquisa para serviços, produtos e informação.
Ter a empresa listada entre as outras que já estão lá é importante e mantêm a empresa aparecendo entre as concorrentes. Torna a empresa competitiva. Os sites de busca foram o impulso na corrida das grandes empresas para aparecerem também na Internet. As pequenas vieram na seqüência, a partir do momento que hospedar e criar sites ficou mais fácil e viável com hospedagem de sites a um custo baixo.
Há pesquisas que confirmem a efetividade do canal para ampliar a visibilidade da empresa, tornando-a conhecida e, conseqüentemente, contribuindo para atrair clientes?
Hoje, são cerca de 22 milhões de usuários ativos no país. Amanhã será muito mais. O uso de Internet no domicílio vem crescendo de forma constante ao longo de todo este tempo, apesar das diversas crises na economia nacional e mundial, indica pesquisas do Ibope/ Net Ratings, um dos principais órgãos, com atuação mundial, de medição da audiência na Internet e o comportamento dos internautas no mundo.
Segundo um índice de varejo online divulgado pela a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico e a consultoria E-Consulting o mercado brasileiro totalizou um aumento de vendas online, em 2006, de 43% superior ao registrado no ano passado.
Ficar fora da Internet diante desta evolução é comparado ao suicídio para uma empresa. Outro fato importante é que brasileiros superam americanos em tempo na Internet.
A média do uso da Internet já quase chega a 16 horas diárias. Ou seja, o homem, a mulher, o jovem, a criança, o consumidor , o fornecedor, o cliente, enfim, o público alvo está na Internet.
O desenvolvimento dos projetos de inclusão digital colocam cada vez mais brasileiros conectados a grande rede. “O cliente de sua empresa pode estar neste momento na própria empresa, na escola, na universidade, na biblioteca, no cyber café, no trabalho, em casa.
Investir na divulgação de produtos e serviços pela Internet pode ser extremamente vantajoso pelos seguintes motivos:
Primeiro, possibilidade de retorno imediato. Ao divulgar um produto no seu site ou em outro site de grande visitação, você tem resultado imediato em vendas. Através de um simples clique. Diferente de um anúncio em revista, por exemplo, onde o resultado é visto a longo prazo ou através de pesquisa.
Segundo, com a tecnologia disponível hoje, os canais de divulgação, como os portais, podem selecionar o perfil do internauta que vai ver sua mídia. Por idade, por sexo, por região, profissão, interesse, comportamento na Internet. Ou seja, um tiro direto no público alvo. A comparação aqui vale com outdoor, onde não há como selecionar seu público.
Terceiro, o site bem estruturado pode possibilitar conhecer melhor seus visitantes através de pesquisas e enquetes. Além disso, um formulário de contato bem organizado pode trazer informações importantes sobre seus clientes para atendê-lo melhor, garantir satisfação e entrar em contato em outro momento para divulgação e apresentação da empresa.
Existem levantamentos sobre o número de empresas brasileiras que atualmente possuem sites?
Dizer quantas empresas estão atuantes na Internet hoje é difícil, se são grandes ou pequenas, também. Mas através dos registros de domínios feitos por Pessoa Jurídica temos uma dimensão da situação no país.
Hoje, são 700 mil entidades cadastradas com seu CNPJ, na Fapesp, órgão governamental administrador dos domínios registrados no Brasil. São entidades com sites prontos ou prontas para construção deles. Só no último mês, 50 mil novos domínios foram cadastrados por empresas. Isso mostra o interesse crescente pela construção de sites e a preocupação dos donos de empresas que mesmo sem o site, pensam em um dia, construí-lo e já reservam seunome.com.br para que não percam a oportunidade de ter o nome da empresa na Internet.
Por que é importante que o site seja feito por profissionais?
Cuidado com a escolha do “sobrinho”. Ajudar a família é bom, mas pode não ser o melhor para a empresa. “Meu sobrinho sabe fazer site e vai fazer de graça”. O site é a identidade da empresa na Internet. É importante que o responsável na empresa pelo site verifique se o “sobrinho” tem realmente condições de atender suas expectativas. A economia de agora pode custar reformulação de site e apresentação ruim da empresa diante de centenas de visitantes na Internet.
DOMINGO, 12 DE AGOSTO DE 2007
http://blogalexandrecarvalho.blogspot.com/2007/08/porque-ter-um-website.html

Deixe um comentário seu!

%d blogueiros gostam disto: